Rede Municipal de Ensino de Guararema promove Formação de Libras para as equipes escolares

Dez encontros presenciais estão sendo realizados, alinhando teoria e prática  

A Secretaria Municipal de Educação, por meio das escolas da Rede de Ensino de Guararema, deu início, em 13 de agosto, à Formação em Língua Brasileira de Sinais (Libras), destinada aos auxiliares de vida escolar, assistentes administrativos da educação básica, auxiliares de alimentação e serviços gerais, monitores, estagiários, colaboradores da Demax e do Programa “Avança Mais”.

O intuito da formação é fazer com que pessoas não surdas tenham contato com conteúdos relacionados à língua de sinais, à surdez, à educação de surdos e à cultura surda, facilitando a comunicação com os alunos deficientes auditivos da Rede Municipal, e também, caso venham a trabalhar ou conviver com alguém que não pode ouvir, desenvolvendo mais empatia em todas as situações.

Estão sendo promovidos dez encontros presenciais alinhando teoria, que tem como base o Curso de Libras disponibilizado pela Universidade de São Paulo (USP), e a prática para aquisição da linguagem, com a apresentação dos conceitos mais próximos do cotidiano e da vida escolar, como o alfabeto manual, família e parentes, materiais escolares, números, alimentos, objetos da casa, entre outros.

“Sabemos da importância da comunicação e do quão fundamental é termos conhecimento sobre a Língua de Sinais Brasileira de Sinais. As aulas estão sendo bastante dinâmicas e o resultado vem sendo positivo”, avalia Roseli do Espírito Santo Silva, Auxiliar de Vida Escolar da Escola Municipal João Baptista Jungers.

O acesso à educação por uma pessoa surda é um direito por lei, e deve ser feito por meio da Língua Brasileira de Sinais. O investimento na educação bilíngue visa proporcionar aos surdos a recuperação de suas memórias históricas, a reafirmação de suas identidades e especificidades e a valorização de sua língua e cultura, bem como garantir o acesso às informações e conhecimentos técnicos e científicos da sociedade.

Fonte: Prefeitura de Guararema 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *