CSI deu apoio à polícia militar na prisão de indivíduos que praticavam roubo na Loja Magazine Luiza

Mais uma vez o CSI deu apoio a policia militar na prisão de indivíduos que praticavam Roubo no dia 28/11, na Loja Magazine Luiza Guararema ná área cental da Cidade.
De posse das informações sobre as características dos indivíduos passada pela PM, a equipe do CSI iniciou um cruzamento de imagens captadas pelascâmeras de Monitoramento e identificou o veiculo utilizado pelos criminosos.
Os criminosos foram detidos e toda a mercadoria foi recuperada. Parabéns a todos os envolvidos .

A população da nossa “pacata” cidade Guararema, ficou assustada com o roubo em plena luz do dia, onde três homens por volta das10:30hs do dia 28/11/2018, supostamente armados, roubaram a loja de departamento Magazine Luiza, que se localiza na Rua 19 de Setembro nº 26 centro.
O boletim de ocorrência foi registrado como autoria conhecida, segundo consta,Policiais Militares em São Paulo estavam realizando ronda ostensiva, e receberam informação via Copom, que o veiculo Renault/Sandero, placas PYL- 0167, envolvido no roubo em uma loja em Guararema, teria passado instantes antes pelo radar da av. Jacú-Pêssego, sentido Itaquera. Como estavam nas proximidades se deslocaram para a citada via, onde depararam com o veiculo suspeito, o qual estava com os vidros fechados e película escura nos vidros, o que impossibilitava a visualização dos seus ocupantes. Foi dada a ordem de parada, todavia, o condutor do veiculo empreendeu maior velocidade e seguiu em fuga até av. Ribeirão Jacu, onde um dos ocupantes, aproveitando que o veículo diminuiu a velocidade para subir na calçada e realizar uma manobra, desembarcou e saiu correndo. Prosseguiram no acompanhamento do veículo, que retornou a fuga, e passaram as características do individuo que fugiu a pé, via radio, para que outras viaturas realizassem a abordagem. A perseguição pendurou até a Rua Valéria Aparecida Marcondes, onde o veículo parou e seus ocupantes desceram e saíram correndo em sentido opostos. Desembarcaram da viatura e correram atrás do motorista, identificado como um dos suspeito de roubar a loja em Guararema, o qual foi alcançado e derrubado no chão, para que fosse abordado. O suposto meliante resistiu a abordagem se debatendo, na tentativa de se desvencilhar, sendo então necessário o uso de força física moderada para contê – lo. Em busca realizada no veículo, localizaram no banco do passageiro um simulacro de pistola e no porta-malas encontraram oitenta e nove aparelhos celulares novos, ainda nas caixas. O meliante recebeu voz de prisão e foi conduzido para o 63º Distrito Policial, onde compareceram os representantes da loja de Guararema (local do roubo), os quais ao procederem a reconhecimento pessoal, identificaram que este meliante é um dos autores do roubo.
As vitimas, funcionários da loja, declararam que foram abordados por três indivíduos, sendo que um deles portando arma de fogo, anunciou o roubo.
As vitimas foram levadas para uma sala, enquanto um dos funcionários foi obrigado a abrir o cofre, onde estavam os aparelhos (celulares), e em seguida os indivíduos se evadiram do local.
A Policia Militar foi informada sobre o ocorrido e com o auxilio das imagens captadas por câmeras de segurança do CSI, instaladas pela Prefeitura Municipal de Guararema, foi possível a identificação da placa do veículo usado na fuga.
Cerca de quarenta minutos depois, as vítimas foram informadas sobre a prisão do suspeito e a recuperação de todos os aparelhos. Na Delegacia as vítimas reconheceram o indiciado que supostamente praticou o roubo em Guararema, como sendo o individuo que durante a ação permaneceu na porta dando cobertura aos demais.
Ciente dos fatos, a autoridade policial, diante das provas produzidas, ratificou a voz de prisão ao acusado pela prática de crime de roubo qualificado.
Em seu interrogatório na Delpol, o acusado na presença de seu advogado, indagado acerca dos fatos, reservou-se ao direito constitucional de permanecer calado.
Os 89 aparelhos celulares recuperados foram restituídos em auto próprio ao representante da empresa da loja.
O simulacro de arma e o aparelho celular do meliante foram apreendidos para fins de investigação.
O veiculo Renault/Sandero foi entregue em auto próprio ao irmão do meliante, proprietário do veículo.
Por fim, a Autoridade Policial considerando a gravidade do caso, sua repercursão no meio social, e entendendo estar presente neste caso os fundamentos da prisão preventiva, representou para que a prisão temporária do suposto meliante seja convertida em preventiva.
O caso foi registrado no 63º Distrito Policial, na Vila Jacuí, bairro da Capital, pois a prisão do meliante ocorreu em São Paulo.
Mais uma vez o CSI deu apoio a policia militar na prisão de indivíduos que praticaram roubo no dia 28/11, em loja em Guararema ná área cental da cidade.
Parabéns a todos os envolvidos na solução de mais este crime.

Um comentário em “CSI deu apoio à polícia militar na prisão de indivíduos que praticavam roubo na Loja Magazine Luiza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *